Linkedin Youtube
Colomba pascal

Colomba pascal: uma tradição que começou com um padeiro

A Páscoa está chegando e um dos símbolos gastronômicos dessa época é a colomba pascal. O bolo doce em formato de pomba está presente na mesa de muitas famílias não só no Brasil, mas também em várias outras partes do mundo.

Mas, você já parou para pensar qual é a origem desse quitute? Não? Então, eu vou te contar uma das versões mais antigas.

Padeiro foi o grande responsável

Diz a lenda que a colomba pascal surgiu no século VI na região onde a Itália está localizada atualmente. Segundo a explicação, o rei da Lombardia, que se chamava Alboino, tomou a cidade de Pavia. E ele estava disposto a queimar tudo o que via pela frente. Mas, recebeu de um padeiro que morava em Pavia um bolo doce no formato de pomba, o símbolo mundial da paz. Gostou tanto do gesto – e do bolo – que desistiu de destruir a cidade. Ah, dizem que isso aconteceu na véspera da Páscoa. Pronto! Foi assim que surgiu a colomba pascal.

A pomba, símbolo da paz, inspirou o formato da colomba pascal ( Foto: Pixabay)

Desde então, a colomba cruzou as fronteiras da Itália e conquistou paladares por todo o mundo. Em muitos países, existe a tradição de servir a colomba no café da manhã no Domingo de Páscoa. Mas, há quem goste de degustar essa delícia como sobremesa após o almoço.

A Mixpan tem uma pré-mistura especial para a colomba pascal. Para saber mais detalhes sobre os nossos produtos entre em contato conosco pelo link.

Que tal aprender a preparar a colomba pascal?
Acompanhe no vídeo o passo a passo da receita.

Colomba ganha novas versões

A colomba é feita à base de farinha de trigo e frutas cristalizadas. Ela chega a ser confundida por algumas pessoas com o panetone. Mas, não, eles não são iguais. São apenas parentes. O panetone é um dos alimentos tradicionais servidos no Natal. Já a colomba, como você sabe, é típica da Páscoa.

Na receita original, laranjas cristalizadas são misturadas à massa da colomba. Mas, ao longo dos séculos, ela foi ganhando novas versões, com avelã, gotas de chocolate e até recheio de mousse. Também surgiram diferentes formatos e tamanhos.

A cobertura costuma ser preparada com amêndoas, castanhas de caju ou amendoins. As frutas oleaginosas têm vitaminas e a chamada gordura boa, que é mais saudável do que as gorduras saturadas. Saborosa, a colomba também é rica em carboidratos, que são fontes de energia. Isso significa que ela é um pouquinho calórica. Mas, dá para saborear uma fatia sem culpa e sem entrar em guerra com a balança. Afinal, a colomba é um símbolo de paz, não é verdade?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

# Posts Relacionados

Trabalhe Conosco